Irradiação consciente de energias negativas


Energias negativas

Estado Vibracional

Todos nós, seres vivos, exteriorizamos e absorvemos energias e bioenergias ininterruptamente.

Algumas formas de bioenergias são neutras, outras são positivas e outras mais negativas. Esta qualidade das bioenergias varia tanto com relação ao emissor quanto com relação ao receptor. Em outras palavras, um mesmo padrão de bioenergias pode fazer bem para uma consciência e fazer mal para outra.

Por exemplo, se irradiamos uma energia positiva, “luz” para uma consciência extrafísica doentia, ela pode se sentir bem ou pode se sentir mal. Por isso, via de regra, quando irradiamos energia para assistir consciências extrafísicas assim, evitarmos colocar um padrão na mesma. Deixamos isso por conta da equipe extrafísica de amparadores.

De um modo geral, a intencionalidade determina o padrão das bioenergias que exteriorizamos.

Se pensamos ou sentimos algo ruim com relação a outra pessoa, ela receberá essa carga bioenergética e não se sentirá bem com ela. Quase sempre, não temos consciência dos efeitos dessas bioenergias que irradiamos inconscientemente assim como as pessoas afetadas não sabem a razão de se, subitamente, sentirem mal em determinados momentos.

Quando uma pessoa aprende sobre bioenergias e passa a manipulá-la conscientemente, potencializa suas exteriorizações. Se, a partir de então, ela usar essa capacidade para irradiar energias negativas para alguém, seja por brincadeira, seja por motivo fútil ou ainda para manipular ou prejudicar uma pessoa, os efeitos dessa ação não tardarão a aparecer.

Esse tipo de ação é uma das formas de assédio intervivos.

A primeira coisa que pode acontecer é que consciências doentias que sejam aliadas da pessoa alvo venham imediatamente atacar a pessoa que está exteriorizando energias negativas para seu protegido, pois elas farão um acoplamento imediato com ele. As energias irradiadas serão como a corda de um anzol que poderá ser facilmente seguido. Assim a pessoa vai ganhar alguns novos assediadores para lhe fazer companhia.

Outro tipo de consciências doentias que poderão acorrer nessa hora são possíveis inimigos da pessoa alvo que, para prejudicarem-na, vão ajudar no processo de irradiação negativo.

Com a repetição desse tipo de ação, a psicosfera ( o campo de energias pessoais) do autor ficará carregada de consciências doentias. Os amparadores da pessoa, se existirem, irão embora e cada vez mais assediadores chegarão.

Em algum momento, o mal que ela causar a outras pessoas acabará retornando para ela na forma de redução da lucidez, doenças mentais ou físicas e até mesmo na forma de acidentes físicos.

Se mantiver essa prática por muito tempo, ao morrer, sofrerá as consequências de seus atos, começando pelos seus antigos companheiros extrafísicos que a ajudavam a prejudicar outras pessoas. Eles vão escravizá-la para vampirizar suas energias.

Se uma pessoa achar que está recebendo irradiações de energias negativas, o que ela pode fazer para se defender? Usar o Estado Vibracional – EV, naturalmente. Existem outras formas de atuar nesse caso, mas a base seria a instalação de sucessivos EVs para anular aquilo de negativo que for irradiado para ela.

Concluindo, se você está aprendendo a manipular conscientemente suas bioenergias, cuide para usá-las sempre para o bem, jamais para assediar outras pessoas, nem mesmo por brincadeira. Evite inclusive pensar mal de qualquer pessoa ou consciência extrafísica pois suas energias vão chegar até ela.

Você pratica a Instalação do Estado Vibracional? Que tal participar de nossa pesquisa Online?

Acesse a pesquisa nesse link.

 

Para saber mais:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos

 

Anúncios

Como usar o EV para se defender de um ataque extrafísico


Representación simbólica del signo zodiacal de virgo

Autor: Cesar de Souza Machado

Reprodução: Permitida a reprodução desde que citada a autoria e o link para http://www.estadovibracional.com

Como usar o EV para se defender de um ataque extrafísico

Todas as pessoas estão sujeitas a ataques extrafísicos e, infelizmente, poucos sabem como se defender deles.

A instalação do EV é capaz de eliminar a grande maioria dos ataques extrafísicos que ocorrem na vigília. Já fiz isso centenas de vezes e qualquer pessoa também pode fazê-lo.

Quando sou atacado por alguma consciência, percebo por meio de dores e pontadas que surgem em algumas partes de cabeça. Mais raramente, surge uma pressão no chacra nucal ou no chacra cardíaco.

A imediata instalação de um EV resolve o problema em 99% dos casos. Raramente, preciso envolver o atacante em um campo bioenergético para contê-lo e, assim, percebendo sua impotência, ele acaba se afastando. Muitas vezes me dirijo mentalmente ao atacante questionando porque ele está fazendo aquilo e tento dialogar com ele se não gostaria de mudar de vida e colocar um pouco de luz em sua existência.

Vou relatar dois casos descritos em meu livro Estado Vibracional em que foi o usado o EV extrafisicamente durante ataques.

Caso. Este caso de uso do EV extrafísico defensivo foi relatado por Saulo Calderon em seu livro Um Iniciante na Viagem Astral. Segundo o autor, certa noite ele ficou acordado trabalhando as próprias energias por duas horas com a finalidade de promover uma EFC lúcida, o que acabou acontecendo por volta de 2 horas da manhã. Assim que se viu fora do corpo e tentou afastar-se, foi abordado por uma consciência que tinha a aparência de sua mãe e a intensão de abraçá-lo. Ao permitir a aproximação, viu-se imediatamente envolvido em um padrão de energias densas e de baixo padrão vibratório. Como não conseguia desvencilhar-se, instalou um EV bem forte. Como resultado dessa manobra o assediador com a aparência de sua mãe foi jogado à distância, bateu em uma parede próxima e caiu desmaiado.

Caso. Este ocorreu comigo no dia 20 de agosto de 2001.Despertei às 4 horas da manhã com o som da porta do quarto dos meus filhos rangendo. Assim que me levantei o som parou. Minha esposa e meus filhos despertaram em seguida. Não sei como isso poderia ter ocorrido uma vez que, com todas as janelas trancadas, não havia corrente de ar dentro do apartamento. Seria necessário alguém empurrá-la bem devagar para que rangesse daquela forma. Retornamos todos para nossas camas. Adormeci pouco depois. Então, teve início um ataque extrafísico. Por diversas vezes, uma ou mais consciências aproximavam-se de mim exteriorizando energias negativas. Às vezes ouvia como que gritos que ressoavam ao longe. Em princípio, limitei-me a irradiar bons pensamentos para elas. Isso se repetiu várias vezes até que decidi instalar um EV. Naquele momento, veio à mente a intuição de que aquelas consciências estavam ligadas a um amigo residente no Rio de Janeiro com quem conversara horas antes por telefone. O ataque cessou e, por fim, retornei ao corpo físico e despertei. Não tive mais problemas quando voltei a dormir.

Conclusão. O EV é eficiente na maioria dos ataques extrafísicos pois eles são executados, quase sempre, por consciências que são energeticamente mais fracas e menos desenvoltas em termos bioenergéticos. Quando ocorrem ataques de consciências mais fortes e que dominam bem as bioenergéticas, outras técnicas talvez precisem ser empregadas.

Você pratica a Instalação do Estado Vibracional? Que tal participar de nossa pesquisa Online?

Acesse a pesquisa nesse link.

Para saber mais:

Livro Estado VibracionalLivro Experiências Fora do Corpo - Fundamentos