Hang out sobre EV e EFCs


Para saber mais:

Ebook Elucidando o Estado Vibracional (gratuito)

Site para acessar ou baixar: http://www.elucidando.metaconsciencia.com

 

 

 

Livro Estado Vibracional

Livro Estado Vibracional

Versão digital à venda na Amazon: clique aqui

Versão impressa: clique aqui

 

Anúncios

Hangout sobre o EV


Caio Mirabeli promoveu no dia 2 de março em seu canal no Youtube, Conscienciologia Evolutiva, um hangout sobre o Estado Vibracional onde eu, Flário Amaral e o próprio Caio respondemos a perguntas sobre o EV.

Para saber mais:

Ebook Elucidando o Estado Vibracional (gratuito)

Site para acessar ou baixar: http://www.elucidando.metaconsciencia.com

 

 

 

Livro Estado Vibracional

Livro Estado Vibracional

Versão digital à venda na Amazon: clique aqui

Versão impressa: clique aqui

 

Novo ebook: Elucidando o Estado Vibracional


 

Esse é o primeiro volume de uma série de ebooks que estou escrevendo. É a série Elucidando.  Meu objetivo com essa nova série de livros digitais é abordar tanto temas já conhecidos como outros ainda pouco divulgados e pesquisados, empregando uma linguagem clara, objetiva e universalista para que possam esclarecer o maior número possível de pessoas.

Também por esse motivo, os ebooks são gratuitos. A única coisa que solicito, nesse momento, é o cadastramento em meu site com a finalidade de divulgar nossos lançamentos dessa série assim como outros livros que estou escrevendo.

Elucidando o Estado Vibracional apresentando o Estado Vibracional, seus principais aspectos, benefícios e como realizar sua instalação, o e-book vem com 31 páginas.

Conteúdo

  • Apresentação
  • Introdução
  • A redescoberta do Estado Vibracional
  • O que é o Estado Vibracional
  • Para que instalar o Estado Vibracional
  • Natureza do Estado Vibracional
  • Processo clássico para instalação do EV
  • Execução da técnica
  • Dificuldades do iniciante
  • O que não fazer
  • Aumentando a eficiência da OLVE
  • Efeitos colaterais e riscos
  • Quem pode se beneficiar com o EV
  • Saúde e Estado Vibracional
  • Quem instala o Estado Vibracional
  • Tipos de Estado Vibracional
  • Laboratório pessoal do Estado Vibracional
  • Domínio do Estado Vibracional
  • Algumas conclusões
  • Miniglossário
  • Mais sobre o Estado Vibracional
  • Outras obras do autor

Site para acessar ou baixar: http://www.elucidando.metaconsciencia.com/

Para saber mais leia o livro:

Livro Estado Vibracional

Versão digital à venda na Amazon: clique aqui

Versão impressa: clique aqui

Estado Vibracional: Discrição ou Exposição?


A pessoas que promovem ou que tentam promover a instalação do Estado Vibracional ou EV conhecem muito bem a sugestão de praticar sempre que possível, em qualquer hora ou local.

Por exemplo, uma das sugestões mais frequentes é instalar o EV sempre que entrarmos em algum ambiente diferente, seja uma casa, escritório, loja, espaço público, etc. Nesse caso, a instalação do EV seria um forma de se precaver com relação a possíveis padrões energéticos menos equilibrados presentes no local.

Contudo, existem recomendações no sentido de sermos discretos uma vez que, ao fazer o EV em qualquer lugar, podemos estar chamando a atenção de consciências extrafísicas para nossa pessoa desnecessariamente.

Minha sugestão é que cada pessoa deve desenvolver o seu próprio senso de equilíbrio entre discrição e exposição pois cada qual vivencia sua própria realidade consciencial e bioenergética. Algumas pessoas são mais sensíveis ou suscetíveis a certos tipos de interferências, ao passo que outras são assim com relação a outros tipos. Generalizar recomendações, portando, pode não ser bom.

Contarei como eu faço no meu dia a dia.

Em primeiro lugar cabe dizer que não sou suscetível a desequilíbrios a qualquer hora, principalmente a assédios de “derrubam” a pessoa. Então, não tenho necessidade de ficar instalando EV a toda hora, nem de fazer 20 EVs por dia. Esclareço que isso não se deve apenas a uma condição de autodefesa mas ao nível de parapsiquismo que possuo que não é tão intenso. Em outras palavras, nunca fui sujeito a incorporações mediúnicas, por exemplo. Retornando a instalação do EV, se precisar faço. Já fiz 75 EVs em um dia, mas de um modo geral, instalar muitos EVs seguidamente é exceção em minha rotina.

Existem pessoas, contudo, que tem essa necessidade pois sofrem demais com assédios constantes. Nesses casos, a instalação constante do EV é uma necessidade.

Então eu uso alguns critérios simples. Se sinto que as energias estão agressivas, contrárias a mim, seja devido a atuação de consciências intrafísicas ou extrafísicas, promovo a instalação do EV. Contudo, ainda tomo o cuidado de averiguar se tenho como controlar a situação sem simplesmente expulsar a consciência extrafísica doentia. Se for possível assisti-la e encaminha-la, procuro fazer isso. Isso pode significar não expulsá-la da minha psicosfera, mas pelo contrário, convidá-la a ficar mais um pouquinho até que possa, com o auxílio de amparadores extrafísicos, encaminhá-la convenientemente.

Fora isso, se estou em um local que já conheço, no qual vou com frequência, como por exemplo, as inúmeras dependências do meu ambiente de trabalho profissional, shoppings, restaurantes, etc, geralmente não me preocupo em instalar EV nesses locais.

Se for um local em que vou atender uma pessoa em uma consulta para avaliação bioenergética ou de psicoterapia reencarnacionista ou ainda uma aula qualquer que vá ministrar, não só instalado vários EVs como formo um campo e uma blindagem no local.

Por outro lado, se vou a um local que é uma construção antiga, como uma igreja, museu, edifício histórico ou que tem muitas pessoas reunidas, geralmente não instalado EV para não chamar a atenção desnecessariamente. Faço isso apenas se sentir necessidade, como exposto anteriormente.

O que pode acontecer se não observamos isso? Em 2016, por exemplo, caminhando pelas ruas do centro de Zurique, resolvi sentar em um banco para descansar. Ele ficava de frente para uma igreja com alguns séculos de idade. Resolvi então instalar um EV para ver o que acontecia. Momentos após a instalação, comecei a bocejar intensamente e de forma incontrolável. Me levantei e me afastei do local rapidamente. O bocejo cessou tão rápido quanto surgiu. O que deve ter ocorrido foi que a irradiação de energias decorrente do meu EV chamou a atenção de consciências extrafísicas energeticamente defasadas que estavam nas cercania da igreja e que passaram a drenar minhas energias, daí o bocejamento.

Por fim, se meu objetivo for fazer um experimento para meu aprendizado, instalo o EV aonde quer que for, sejam quais forem as consequências.

Concluindo, segue um resumo do meu “modus operandi”:

  • Ambiente conhecido: Instalo o  EV se desejar, mas geralmente não preciso;
  • Local antigo, religioso ou com muitas pessoas presentes: Evito instalar. Só faço se for preciso;
  • Em atendimentos no consultório ou ao ministrar uma aula: Instalo vários EVs;
  • Em qualquer local: Por motivo de experimento, para meu aprendizado;
  • Em condições de assédio: Instalo o EV, seja qual for o local.

Para saber mais leia o livro:

Livro Estado Vibracional

Versão digital à venda na Amazon: clique aqui

Versão impressa: clique aqui

Saúde debilitada e Estado Vibracional


A instalação rotineira do Estado Vibracional ou EV melhora fluxo das bioenergias e a frequência vibratória do campo energético pessoal. Então, o EV contribui para a melhoria da saúde e a qualidade de vida dos praticantes.

Entretanto, uma dúvida comum dos iniciantes na prática da instalação do  EV é sobre se devem ou não fazer a OLVE e a instalação do EV quando estiverem com algum tipo de doença ou problema bioenergético. Questionam se isso, ao contrário de melhorar, ajudaria a espalhar as energias doentias pelo corpo.

Não é isso o que ocorre. Quando uma pessoa adquire algum tipo de distúrbio fisiológico ou energético, o fluxo das bioenergias no corpo é dificultado ou bloqueado e vice-versa.

Doença é sinônimo de energia estagnada e vice-versa.

Então, qualquer movimentação de energia, como as provocadas pela OLVE e pelo EV, farão com que esses bloqueios sejam superados até serem completamente eliminados, ajudando a pessoa a voltar a condição de saúde equilibrada. Em resumo, bloqueios energéticos geram doenças e movimentação bioenergética ajuda a curar doenças.

Pessoalmente, jé usei OLVE e EV em diversas circunstâncias assim, que foram de indisposição com a alimentação até um pé fraturado.

Existe, porém um detalhe nessa questão. Com a saúde debilitada, talvez o praticante não encontre ânimo ou mesmo forças para realizar a instalação do EV. Mesmo que seja assim, é preciso ter em mente que a simples realização da OLVE, mesmo que não leve a instalação do EV pode, por si só, gerar os desbloqueios necessários para que a pessoa melhore. Em outras palavras, com a instalação do EV ou não, a OLVE já proporciona benefícios ao praticante.

Lembre-se disso na próxima vez que adoecer!

Para saber mais leia o livro:

Livro Estado Vibracional

Versão digital à venda na Amazon: clique aqui

Versão impressa: clique aqui

Excelência do Estado Vibracional


Existem muitas técnicas de mobilização energética. Toda mobilização, em essência, é positiva. Pois mobilizar energias é movimento e movimento é vida.

Algumas técnicas de mobilização são mais eficientes do que outras no sentido de promover o bem-estar e melhoria no padrão bioenergético pessoal.

Pessoalmente, uso diversas técnicas, provenientes de diferentes sistemas. De todas, o Estado Vibracional ou EV é a minha técnica preferida. Relaciono a seguir os motivos.

1. É fácil de ser aprendido e praticado.

2. Não exige uma iniciação para poder ser aprendido e usado.

3. Não possui níveis de iniciação no qual as informações vão sendo gradativamente reveladas. Todas as informações estão documentadas e disponíveis.

4. Não necessita de rituais para ser praticado.

5. Pode ser ensinado e praticado por qualquer pessoa

6. Não tem um caráter místico, de revelação. A forma como o EV é instalado e atua na estrutura bioenergética é explicada com base em analogias com a física.

7. Não necessita de um mestre para poder se iniciado na sua prática.

8. Não foi “revelado” a um iniciado, mas construído com base em experimentação.

9. Pode ser aprendido sozinho por meio de livros ou vídeos na Internet.

10. Não exige um curso específico para poder ser aprendido e praticado.

11. Pode ser aplicado sem restrições com inúmeras finalidades.

12. Não tem contraindicações, não gera problemas se não for realizado da forma correta ou se não for aplicado com uma determinada intensão ou propósito.

13. Proporciona inúmeros benefícios ao praticante.

14. Pode ser praticado em qualquer lugar, sob quaisquer circunstâncias, quantas vezes a pessoa assim o desejar.

Para saber mais adquira o livro Estado Vibracional:

Livro Estado Vibracional

Versão digital: www.amazon.com.br

Versão impressa: www.clubedeautores.com.br

 

Contato com o autor: